O homem que tem coragem de desperdiçar uma hora do seu tempo não descobriu o valor da vida.

O moralista é como um sinal de trânsito que indica para onde se pode ir para uma cidade, mas não vai.

Não há diferença fundamental entre o Homem e os animais nas suas faculdades mentais(…) Os animais, como o Homem, demonstram sentir prazer, dor, felicidade e sofrimento.

Apenas é igual a outro quem prova sê-lo e apenas é digno da liberdade quem a sabe conquistar.