Corrijamos a nós mesmos, antes que o mundo nos corrija.

Sempre que chamados à crítica, respeitemos o esforço nobre dos semelhantes. Para construir, são necessários amor e trabalho, estudo e competência, compreensão e serenidade, disciplina e devotamento. Para destruir, porém, basta, ás vezes, uma só palavra.

Somente chega a entender a vida quem compreende a dor.

Trabalhe com alegria.

Você nem sempre terás o que desejas, mas enquanto estiveres ajudando aos outros encontrarás os recursos de que precise.

O verdadeiro amor não nasce de sombras do desejo. É fonte cristalina e inexaurível do espírito eterno.

Procuremos a consciência de Jesus para que a nossa consciência lhe retrate a perfeição e a beleza!…