O acaso não existe: tudo é ou provação, ou punição, ou recompensa, ou previdência.

O acaso não existe: tudo é ou provação, ou punição, ou recompensa, ou previdência.