Se matamos uma pessoa somos assassinos. Se matamos milhões de homens, celebram-nos como heróis.

Se matamos uma pessoa somos assassinos. Se matamos milhões de homens, celebram-nos como heróis.