Porque o arrependimento, como o desejo, não procura analisar-se, mas sim satisfazer-se.

Porque o arrependimento, como o desejo, não procura analisar-se, mas sim satisfazer-se.